Refrigerante pode aumentar as chances do bebê nascer antes da hora?

A Universidade de Sahlgrenska localizada na Suécia. Apresentou estudo que aponta que o consumo de refrigerante está ligado ao aumento do parto prematuro em grupo de gestantes. O estudo analisou mais de 60 mil gravidas, onde foi aplicado um questionário sobre os hábitos da vida

No questionário havia perguntas sobre o consumo ou não de refrigerantes e sobre a quantidade destes ingeridas pelas gravidas. Depois do parto de cada gestante analisada, os cientistas compararam os dados e ficaram impactados com a SURPRESA do resultado.

Quando comparados mulheres gravidas que não ingeriam refrigerantes com mulheres que ingeriam apenas 1 dose por dia. Apresentaram risco de 11% a mais de terem parto prematuro em comparação com mulheres que não ingerem refrigerante. O número sobe para 41% caso a gestante esteja com excesso de peso.

Ice cola glass – Vintage filter

No entanto, a pesquisadora Linda Eglund-Ogge, que coordenou o trabalho afirma que com o estudo realizado e os resultados apontados, não quer dizer que as gestantes devem parar de forma definitiva a ingestão de refrigerantes, mas sim  como alerta visando a redução dessa ingestão, incentivando assim à uma alimentação mais saudável com mais frutas e legumes.

Não é novidade de pesquisas trazerem resultados que demonstram a importância da dieta alimentar durante a gravides ligada ao afastamento das chances de um parto prematuro.

É fato que o alto consumo de gordura, carne vermelha e alimentos calóricos também já foi classificado como prejudicial ao período gestacional, conforme estudos anteriores.

Diante dos números chocantes o ideal é que cada gestante procure orientação nutricional e médica durante sua gestação.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp